Como as pessoas com insuficiência cardíaca podem se beneficiar da psicoterapia?

A psicoterapia é importante para todas as pessoas, pois promove autoconhecimento, melhora a qualidade de vida e produz autonomia.


Para o paciente com insuficiência cardíaca, trabalhamos a questão do estresse, pois ele é inevitável no dia a dia. As catecolaminas liberadas incidem diretamente em vasos sanguíneos e coração, podendo promover arritmias, angina (pois produz vasoconstrição), podendo levar a quadros isquêmicos.


Sendo assim, é muito importante utilizar técnicas de respiração e relaxamento que acionam o Sistema Nervoso Parassimpático, promovendo a liberação de acetilcolina. Com isto, o corpo relaxa.


No relaxamento, a pessoa tem mais condições de tomar decisões e resolver seus problemas. Sabemos que mente-cérebro e corpo estão totalmente conectados.


As ressonâncias magnéticas mostram que nas situações estressantes o hemisfério direito predomina, com o sistema límbico acionado, a amígdala comandando através do Sistema Nervoso Autônomo e o Sistema Nervoso Simpático, colocando a pessoa em luta ou fuga.


A região do cérebro chamada Broca, que é a região da fala, fica apagada no estresse, por isso a importância de, a partir das técnicas de Respiração, Relaxamento, Meditação, EMDR, dar voz à pessoa para que fale sobre os acontecimentos. Isso diminui a ansiedade e promove integração daqueles momentos difíceis, se tornando lembranças desprovidas do excesso de emoções que embotam (enfraquecem) o pensamento.


Com o Sistema Nervoso Parassimpático dominando, é acionado o Córtex Cerebral e a pessoa pode usar seu raciocínio para resolver seus problemas.


Texto escrito pela Profª. Dra. Denise Hernandes Tinoco


Ficou com alguma dúvida? Envie sua pergunta para rebricpelavida@gmail.com

3 visualizações0 comentário