Qual a psicoterapia mais indicada para pacientes cardíacos?

Para responder essa questão preciso informar que temos diversos tipos de Psicoterapia, algumas delas indicadas para tratarmos pacientes psicossomáticos.


Primeiramente, preciso deixar claro o que é paciente psicossomático. Todo ser humano é composto de mente e corpo, que estão interligados e inseridos no ambiente.

O homem transforma o ambiente e é transformado por ele. Sua relação com o mundo é dialética e por isso, estudamos as conexões e não a causa-efeito.


As pesquisas do século XX sobre estresse e suas consequências foi cada vez mais refinada, pois descobriu-se toda a conexão entre sistema nervoso central, sistema nervoso autônomo, sistema endócrino, sistema imunológico e psiquismo.

Isso nos levou a uma nova concepção sobre o homem, que hoje é estudado como um ser biopsicossocioespiritual-ecológico.


Sendo assim, as psicoterapias que abordam esta concepção de homem e que estão dentro do novo paradigma da ciência são as mais apropriadas para pacientes cardíacos.

Psicoterapias para pacientes cardíacos


As terapias mais indicadas para pessoas que possuem problemas no coração são:

  • Psicanálises Contemporâneas Psicossomáticas;

  • Psicologia Analítica;

  • Logoterapia;

  • Psicodrama;

  • Gestalt-terapia;

  • Psicoterapia Sistêmica.

Os profissionais que podem exercer a psicoterapia são Psicólogos e Médicos que tenham formação em algum tipo de psicoterapia. Este é um campo restrito a esses profissionais.

Conheça um pouco de cada uma destas psicoterapias para que seja compreendida sua abrangência.


VEJA TAMBÉM

Insuficiência Cardíaca: como lidar com o emocional dos pacientes?

Insuficiência Cardíaca: os cuidadores também precisam de tratamento

Psicanálises Contemporâneas Psicossomáticas


As Psicanálises Contemporâneas abrangem questões ligadas à formação de identidade, agressividade e desamparo, sempre com uma visão psicossomática.

Ela mostra uma falha na relação mãe-bebê atrapalhando a formação da linguagem e tornando pobre o pré-consciente.


Devido a esta falha, a doença passa a ser simbolizada no corpo por falta de conexão entre a palavra e o inconsciente bruto.


As sensações e sentimentos do bebê não foram nomeados na relação entre a mãe e o bebê. É função do psicanalista ajudar o paciente a fazer esta conexão, evoluindo no seu processo de desenvolvimento.

Com isso, o corpo deixa de ser símbolo e o paciente passa a ser afetado pela palavra, podendo sentir, pensar e elaborar. Assim passa a ter mais recursos para o enfrentamento da vida e mais autonomia.


Psicologia Analítica


A Psicologia Analítica é considerada a primeira psicoterapia sistêmica. Trabalha com os complexos e com os símbolos que são representantes dos arquétipos.

Os arquétipos são como impressões que as pessoas, inconscientemente, possuem a respeito de algo ou alguém e que influenciam sonhos, fantasias e até seu comportamento. Normalmente, eles são a base para os complexos.

Um dos grandes símbolos que temos é o coração, que representa o amor e as relações cordiais.

Quando as relações se dilaceram e o coração fica partido, o corpo pode reagir com insuficiência cardíaca e outros problemas do coração.


Nesse caso, as pessoas podem desenvolver angina, falta de ar, pressão arterial alta e até chegar ao enfarte. Grandes complexos estão envolvidos aí e precisam ser trabalhados.

Logoterapia, Psicodrama e Gestalt-terapia


Na Logoterapia procura-se trabalhar um sentido para a vida. É uma psicoterapia existencial, assim como também o Psicodrama e a Gestalt-terapia.

Essas Psicoterapias vão se utilizar de técnicas fenomenológicas, fundamentadas no conhecimento dos fenômenos da consciência. Elas facilitam o surgimento das emoções no aqui e agora.


Psicoterapia Sistêmica


A Psicoterapia Sistêmica trabalha o ser humano como um sistema inserido em outros sistemas, todos interligados e em transformação.

É muito utilizada com famílias. Visa as relações interpessoais e a compreensão da interferência benéfica ou não entre os sistemas que estão conectados.


Todas elas, utilizadas por psicoterapeutas competentes, trarão bons resultados com pacientes psicossomáticos que apresentam insuficiência cardíaca ou outras enfermidades do coração.


Psicoterapias em grupo ou individual?


As Psicanálises Contemporâneas Psicossomáticas, a Psicologia Analítica e a Logoterapia geralmente trabalham com o paciente individualmente.

O Psicodrama geralmente trabalha em grupo, embora tenha o Psicodrama individual também. A Gestalt-terapia pode atender em grupo ou individual. A Psicoterapia Sistêmica geralmente atende grupos.


Embora haja sigilo sempre nos contratos terapêuticos que precisam ser respeitados, em cidades de porte médio ou pequenas, as pessoas ficam mais resistentes nas psicoterapias de grupo.

O medo de se expor muitas vezes atrapalha o processo. Sendo assim, geralmente quando há trabalho em grupo acaba sendo mais um trabalho de orientação e apoio. O trabalho individual é o mais procurado.


Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Envie sua pergunta para rebricpelavida@gmail.com !


Dra. Denise Hernandes Tinoco

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo